UM ADVOGADO PARA STARTUP É FUNDAMENTAL QUANDO O CRESCIMENTO É ACELERADO

dezembro 14, 2018

Jorge Advogados

, , , , ,


O que faz um advogado para Startup?

Muitos novos clientes do escritório Jorge Advogados Associados fazem esta pergunta logo no primeiro encontro. E é normal, já que, à primeira vista, não há nada que diferencie juridicamente uma Startup de uma empresa tradicional. Mas entrando nas minúcias de cada caso, fica evidente que são necessários conhecimentos muito específicos para auxiliar juridicamente novos negócios emergentes. Uma Startup cresce muito mais rápido do que um supermercado ou uma revenda de carros. E seu departamento legal precisa estar preparado para dar suporte a esta evolução acelerada. Um advogado para Startup deve ser criativo, inovador e flexível. Pois novas ideias surgem a todo momento e nem sempre há legislação específica para abrigá-las. O modelo “quadrado” e burocrático não funciona. É preciso estar aberto ao novo, e apresentar aos empreendedores alternativas que tornem seus produtos e serviços viáveis e juridicamente seguros.

Advogado para Startup: relacionamento próximo

Outra característica de um advogado para Startup é o vínculo mais próximo com o cliente. O acesso do empreendedor ao seu conselheiro jurídico deve ser facilitado. É preciso haver a liberdade de conversar a qualquer momento ou mandar um WhatsApp, por exemplo, sem ter que passar por uma secretária e agendar um horário para, digamos, semana que vem. Uma Startup não consegue aguardar sete dias para tirar uma dúvida ou resolver um problema.

Advogado para Startup: fim do “juridiquês”

Um advogado para Startup tem que falar a língua dos jovens empreendedores, da geração Y, dos millennials. Precisa compreender e ser compreendido. Tecnicismos devem ficar de fora da conversa. Não há espaço para o “juridiquês” numa reunião sobre um aplicativo, um game, um software. O consultor jurídico deve ter a capacidade de traduzir todo o seu conhecimento para um vocabulário coloquial, compreensível. Isso agiliza o entendimento, auxilia na tomada de decisões e é muito mais produtivo para todos.

Advogado para Startup: momento econômico

Outra habilidade indispensável para o advogado de Startup é gostar e acompanhar as nuances do mercado financeiro. Compreender o cenário econômico do Brasil e do mundo. E estar disposto a vasculhar os detalhes do segmento comercial do cliente para atendê-lo da melhor forma possível. Para as Startups, a preocupação com os concorrentes é muito maior. Um gol do adversário pode significar a falência dos outros competidores. O advogado para Startup deve entender que ele também faz parte deste jogo e lutar pelo time!

Jorge Advogados Associados
Uma pesquisa divulgada em fevereiro pelo Sebrae mostrou que 30% das Startups iniciantes fecharam as portas em 2017. A dificuldade para se manter no mercado passa, também, pelo desconhecimento da legislação e de situações que seriam facilmente contornáveis com o apoio de uma assessoria jurídica especializada. O escritório Jorge Advogados Associados conta com especialista em Startups e já prestou assessoria à inúmeras companhias muito bem-sucedidas. Fale conosco para tirar suas dúvidas e leia nossos artigos. Você aprenderá tudo sobre tipos de financiamento, modelos de acordos de quotistas, enquadramento tributário, propriedade intelectual e privacidade para Startups!

Compartilhar noticias: